Ataque de Pânico

O ataque de pânico é um sintoma que afeta 1,5 a 2% das pessoas, sendo a incidência do ataque de pânico duas vezes maior nas mulheres do que nos homens.

Sintomas

O ataque de pânico surge espontaneamente ou sem razão aparente e provoca nas pessoas uma sensação de mal-estar físico e mental, tendo como efeito um comportamento de fuga do local onde a pessoa se encontra. Os sintomas de ataque de pânico são ritmo cardíaco acelerado, vertigens, tremuras, falta de ar, náuseas, calafrios, entre outros.

O medo de sofrer outro ataque de pânico leva muitas vezes as pessoas que os têm a preocuparem-se antecipadamente com a possibilidade de ele ocorrer de novo, levando à ansiedade antecipatória, e a evitar os lugares onde sofreram ataques anteriores.

O ataque de pânico ocorre, por norma, por volta dos vinte anos, podendo, no entanto, começar durante a infância ou na velhice. A mulher de 30 anos é o grupo em que se observa maior incidência.

Causas

Embora o ataque de pânico seja angustiante, não implica risco de vida, sendo as causas do sintoma ainda desconhecidas. Pode também coexistir com outras desordens, tais como a depressão e/ou abuso de substâncias.

Tratamento

Para tratar ataques de  pânico é necessário descobrir a origem do pânico e combater esse medo primário, eliminando as emoções traumáticas a ele ligadas. Fique com alguns remédios naturais para combater a ansiedade.

Atualizado em 27/10/2015